Prorrogação da possibilidade de redução da jornada de trabalho e salário deve garantir empregos a milhões de brasileiros, afirma Marcel

Derrubada do veto dos reajustes aos servidores causaria um rombo de 130 bilhões aos cofres públicos
22 de agosto de 2020
Deputado Marcel comenta os desafios do liberalismo no Brasil em Live do Instituto Liberdade
22 de agosto de 2020

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou na sexta-feira (21/8) a ampliação dos prazos para a redução de jornada/salário e suspensão de contratos por mais 60 dias, que faz parte do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda que vigora pela Lei 14.020/2020, sancionada em 06 de julho. Após o anúncio, o deputado federal Marcel van Hattem (NOVO-RS), que agendou duas reuniões com o secretário especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, para solicitar a ampliação dos prazos, comemorou em suas redes sociais. 

“Recebemos com alívio essa notícia há pouco! Serão, assim, garantidos por pelo menos mais dois meses milhões de empregos”, escreveu Marcel em suas redes sociais.

Além das reuniões com o secretário Bianco, Marcel tem ótima relação com o ministro da Economia Paulo Guedes. Foto: Gustavo Raniere

Também participaram das reuniões on-line os colegas da bancada gaúcha, deputados federais Lucas Redecker (PSDB-RS) e Giovani Feltes (MDB-RS), e representantes da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI) e da Abicalçados. Bianco apresentou a solicitação das entidades a Guedes na segunda-feira (10/8), que também recebeu relatórios sobre o setor calçadista na região.

Somente em abril, 900 mil vagas de trabalho foram fechadas no país devido à pandemia. De acordo com o diretor da ACI NH/CB/EV, Marco Kirsch, com os investimentos e programas adotados pelo governo, foram mantidos cerca de 10 milhões de empregos até aqui. Kirsch destacou a importância da união de forças institucionais, ACI e Abicalçados, com as lideranças políticas gaúchas, representadas pelos deputados Marcel van Hattem, Lucas Redecker e Giovani Feltes.

Os comentários estão encerrados.