Em São Paulo, deputado Marcel defende a simplificação do Sistema Tributário

Dois Irmãos realiza Desfile Cívico, celebração do Feriado Farroupilha e aniversário do município com participação do deputado Marcel
15 de setembro de 2019
Marcel Van Hattem é o melhor parlamentar na categoria “Apoio ao Empreendedorismo”, aponta júri
19 de setembro de 2019

O deputado federal Marcel van Hattem (NOVO-RS) foi um dos palestrantes do evento “Brasil de Ideias”, promovido pela Revista Voto. Na edição realizada em São Paulo nesta segunda-feira (16/9), o tema foi “A Força do Legislativo Frente às Reformas que o Brasil Precisa – Reforma Tributária”, quando participaram também os deputados federais Rodrigo Maia (DEM-RJ), Vinicius Poit (NOVO-SP), Alexis Fonteyne (NOVO-SP) e Jerônimo Goergen (PP-RS). Empresários de diversos setores do país foram convidados para ouvir e debater com os parlamentares.

Deputados Marcel van Hattem, Vinicius Poit e Jerônimo Goergen participam de evento promovido pela Revista Voto

Durante sua fala, o líder do NOVO na Câmara dos Deputados indicou que após a aprovação da Reforma da Previdência a pauta agora deve estar voltada para novas reformas. Segundo o parlamentar gaúcho, a Reforma Tributária deve ser a primeira. “Precisamos simplificar o sistema tributário. Para reduzir os impostos e o tamanho do Estado, é preciso reduzir despesas. Nesse momento, temos as despesas travadas. Por isso o primeiro passo é simplificar”, defendeu o deputado Marcel.

Formada por oito deputados federais, a bancada do Partido NOVO divide os temas da atuação parlamentar entre cada um dos mandatários,  ainda que todos estejam informados sobre os assuntos em discussão na Câmara. Sobre a Reforma Tributária, o deputado Alexis Fonteyne é o especialista da bancada do NOVO. Para ele, o atual sistema tributário está “todo distorcido”. “Nenhum brasileiro sabe quanto tem de tributo em um sapato, não temos nada de transparência. A reforma tributária é extremamente importante, acompanhada de uma reforma administrativa. A Reforma Tributária é nossa lição de casa, não podemos mais continuar com isso. Esses custos impedem que os pequenos empresários possam empreender”, afirmou.

Os comentários estão encerrados.